Vilarregense FC inicia modalidade de Trail Running em janeiro

trail vfc

O Vilarregense Futebol Clube irá iniciar o ano com mais uma modalidade: a criação da equipa de Trail Running.

O trail running é uma corrida pedestre em Natureza, com o mínimo de percurso pavimentado/alcatroado e terrenos (estradão, caminho florestal, trilho, single track, etc), idealmente – mas não obrigatoriamente – em semi ou auto-suficiência, a realizar de dia ou durante a noite, em percurso devidamente balizado e marcado e em respeito pela ética desportiva, lealdade, solidariedade e pelo meio ambiente.

O projeto surgiu através do esforço de 3 atletas da família VFC que nutriam o mesmo gosto por este desporto. Sendo que Vila de Rei tem excelentes condições para a prática desta modalidade, o Vilarregense Futebol Clube pretende promover o trail running e os excelentes trilhos que caraterizam o concelho, passando por locais de uma beleza única.

A iniciar com estes três membros, já foram realizados vários contactos junto de outros atletas desta modalidade que se demonstraram interesse em pertencer à equipa VFC.

Durante o mês de janeiro serão divulgados os horários de treinos que decorrerão durante a semana e nesse seguimento a apresentação da equipa nos seus variados escalões.

Fonte: www.vilarregensefc.pt 

Executivo Municipal aprova Plano de Acessibilidade Local que prevê intervenções em Vila de Rei, Fundada e S. João do Peso

acessibilidades

O Executivo Municipal de Vila de Rei aprovou por unanimidade, na sua reunião ordinária de 15 de novembro, o Plano de Acessibilidade Local do Município de Vila de Rei (PALMVR), documento que pretende promover a pedonização dos centros urbanos e a adoção de práticas de mobilidade suave, como garantia do direito à mobilidade por parte de todos os cidadãos, e que prevê a execução de um conjunto de intervenções e melhorias nas três sedes de freguesia.

O documento estabelece orientações/ações concretas para a construção de um ambiente urbano de maior qualidade, mais confortável e acessível para todos, com um aumento da capacidade de circular a pé ou em modos suaves de mobilidade, proporcionando às pessoas maior segurança, maior conforto ambiental e um uso mais amigável do espaço urbano.

De entre as propostas inseridas no PALMVR, encontram-se medidas como a criação de percursos cicláveis em território concelhio, numa extensão de 38 km; rede de parqueamento prioritário para 20 lugares de bicicleta (com reforço a prazo para 70 lugares); conjunto de intervenções em zonas prioritárias de espaço público, com vista a melhorar a as condições de circulação pedonal, a acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada e a segurança rodoviária para peões e ciclistas (requalificação da Calçada da Fonte e construção do troço de ciclovia em falta na EN2, com ligação posterior à Calçada da Fonte; criação de passeios nos eixos viários mais importantes da sede do Concelho, em Vila de Rei; intervenções de requalificação e adaptação na zona frontal à escadaria da Igreja e no Largo do Mercado, em Fundada; atuações no espaço público entre a Igreja e a antiga Casa do Povo onde se localizam a paragem de táxis, instalações sanitárias públicas e a paragem de autocarros, em S. João do Peso).

O PALMVR terá enquadramento no PAMUS – Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável do Médio Tejo, visando a promoção da acessibilidade aos espaços públicos por parte de pessoas com mobilidade reduzida, particularmente pessoas com deficiência.

Para Ricardo Aires, Presidente do Município de Vila de Rei, “as políticas de acessibilidade têm tido, ao longo dos últimos anos, uma importância crescente, estando a ser gradualmente inserida e promovida em políticas nacionais e internacionais. O conjunto de medidas inseridas no PALMVR, ao serem implementadas, vão criar diversas vantagens na mobilidade, segurança e conforto ambiental para todos os utilizadores.”

O PALMVR apresenta critérios de prioridade de modo a acomodar os projetos e obras às disponibilidades financeiras do Município, com propostas concretas de zonas a intervir que devem estar presentes nas tomadas de decisões quanto à requalificação do espaço público. Desta forma, quando futuramente, a médio prazo, as áreas em questão forem intervencionadas, terão sempre em conta os dados, medidas e propostas inseridas no PALMVR.

Município organiza Concertos de Natal em Vila de Rei e Fundada

concertos natal19

O Município de Vila de Rei vai voltar a assinalar a quadra natalícia com a organização de dois Concertos de Natal, a terem lugar nas Igrejas Paroquiais de Vila de Rei e Fundada.

A primeira parte desta iniciativa vai ter lugar no dia 15 de dezembro, na Igreja Paroquial de Fundada. A eucaristia tem início marcado para as 11h00, à qual se seguirá o concerto a cargo do Grupo Orfeão de Abrantes.

No dia 21 de dezembro, é a vez da Igreja Paroquial Matriz de Vila de Rei receber o seu Concerto de Natal, da responsabilidade do Grupo Coral Phydellyus – Torres Novas. A ação vai igualmente desenrolar-se depois da missa, que tem horário marcado para as 18h00.

Os Concertos de Natal procuram apelar às tradições natalícias e à união nesta época festiva, possibilitando ao público presente escutar diversos temas clássicos da quadra Natalícia.

XV Quinzena do Teatro arrancou em S. João do Peso

teatro191

A Casa do Povo de S. João do Peso recebeu, na noite de 16 de novembro, o arranque da XV Quinzena do Teatro Solidário de Vila de Rei, ao receber a peça ‘A Vida é curta demais para passar lençóis a ferro’.

O espetáculo esteve a cargo da atriz e Stand Up Comedian Sofia Bernardo, arrancando bastantes gargalhadas a todo o público presente, ao longo de mais de uma hora de atuação.

O público presente começou já por contribuir para a recolha de produtos alimentares que se junta a esta iniciativa e que, posteriormente, serão entregues às famílias Vilarregenses mais carenciadas.

A XV Quinzena do Teatro vai agora continuar no dia 23 de novembro, no Salão do Clube da Fundada, com A.Com.Te.Ser – Companhia Teatral da Sertã a apresentar a peça ‘Três em Lua de Mel’.

A sinopse da peça mostra-nos que “após o seu casamento em Marrocos, a recém-casada Madalena regressa a Portugal com o marido, Manuel Coutinho, para a sua lua de mel. Eis que… na noite de núpcias, o seu primeiro marido, João Romeira, supostamente morto, decide voltar para os braços da sua amada. Entre dois maridos e uma mulher, toda a gente mete a colher nesta casa de loucos, onde uma empregada fala de mais, um empregado de seguros tem pavor a frigoríficos, uma parteira diplomada aconselha limão para os olhos e um médico em pijama dá beijos na ‘propedêutica’.”

A noite de 30 de novembro será depois noite dedicada ao Stand Up Comedy, no Auditório Municipal de Vila de Rei, com a presença dos comediantes ‘Caso Contrário’.

Os espetáculos são de entrada solidária facultativa (entrega de um género alimentar para a elaboração de Cabazes de Natal para as famílias Vilarregenses mais carenciadas) e têm início marcado para as 21h00.

Junte-se a esta plateia e tenha um serão de rir e chorar por mais!

ADRC Borda da Ribeira organiza Noite de Fados a 14 de dezembro

noite fados br

A ADRC Borda da Ribeira, Louriceira e Marmoural, com o apoio do Município de Vila de Rei, vai organizar, na noite de 14 de dezembro, uma nova edição da sua Noite de Fados.

A iniciativa vai ter lugar a partir das 20h00, no recinto de festas, e vai contar com a presença dos fadistas Joana Cota, Nuno Sérgio e Dina Valério, acompanhados na guitarra-portuguesa por Nuno Cirilo e na viola de fado por Domingos Galésio.

Todos os interessados deverão fazer a sua reserva para o espetáculo até ao dia 12 de dezembro para o número 939 413 474. O espetáculo, com inscrições limitadas, tem um custo de 12,5 euros (incluindo jantar e ceia) e de 6 euros para crianças até aos 12 anos.

Praia Fluvial de Fernandaires vai ter Ancoradouro para embarcações

fernandair1

O Município de Vila de Rei vai investir na criação de um Ancoradouro na Praia Fluvial de Fernandaires, destinado a embarcações de lazer e marítimo-turísticas.

A empreitada foi adjudicada à empresa Ahlers Lindley, Lda, pelo valor de 55.780,00€ e um prazo de execução de 75 dias.

Os trabalhos incluem o fabrico, fornecimento e montagem, mão-de-obra e meios técnicos para transporte, elevação e manuseamento dos equipamentos, bem como todos os acessórios e trabalhos complementares necessários.

A instalação de um ancoradouro na Praia Fluvial de Fernandaires vem possibilitar o reforço da prática de desportos náuticos nesta zona balnear, nomeadamente juntando mais condições para a prática de wakeboard com barco, para além da possibilidade já existente de utilizar o Cable Park da estância de Wakeboard de Fernandaires.

Com este ancoradouro, serão também reforçadas as condições para a realização de passeios de barco pela Albufeira, pesca desportiva e/ou recreativa, canoagem (facilitando a entrada e saída dos participantes), entre várias outras atividades.

O Vice-Presidente do Município de Vila de Rei e responsável pelo pelouro do Turismo, Paulo César Luís, refere que "a instalação de um ancoradouro em Fernandaires – uma das nossas zonas balneares mais visitadas - vem dotar este espaço com uma infraestrutura que julgamos possuir uma elevada importância turística. Vemos reforçadas as condições para a realização de diferentes atividades desportivas e recreativas e, desta forma, estamos em crer que iremos atrair um maior e mais diversificado número de visitantes a esta Praia Fluvial e ao nosso Concelho.”

ancoradouro

cpcj banco voluntariado  prot civil2 logoPinhalMaior
  Logo-Turismo  LogoMT  

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies